Óleo no cabelo?? Oiii! Funciona??

6 de setembro de 2014
Hoje vou falar de um assunto que não é novo mas que tá bombando no momento: Óleo no cabelo.
Já postei de forma resumida no meu Instagram na semana passada @jehrombaldi , mas decidi postar a resenha completa aqui.
Confesso que quando eu soube a respeito achei estranho, já que meu cabelo tem a raíz oleosa, logo pensei: Jesuizzzz! Se eu fizer no meu vai escorrer óleo na testa! kkkk

Vamos logo falar o que é e pra que serve esse trem. O óleo que estou falando não é óleo de cozinha pelamor, e sim óleo vegetal extra virgem. No cronograma capilar ele está na etapa da nutrição. 
Como saber se seu cabelo precisa de nutrição? Quando ele está poroso, está indefinido (se cacheado sem forma, se liso também), sem brilho, cheio de frizz, com volume demais e de uma leveza meio estranha, quando está embaraçando fácil e fazendo nó. Cabelo cacheado tende a ter mais essas características, mas os lisos não fogem dessa não. Você pode até usar silicone, reparador de pontas, mas o efeito não dura muito tempo, o melhor é você tratar o seu cabelinho.
Na etapa de nutrição você pode usar cremes que contenham manteiga de karitê, de murumuru, de cacau, cupuaçu, abacate, tutano, óleo de coco, oliva, abacate, tutano, argan OUUUUU o próprio óleo puro (extra virgem).

A umectação é na verdade um banho de óleo no cabelo e tem até alguns óleos que ajudam até no processo de queda, fortalecendo a raiz. O que é melhor? Creme de cabelo ou óleo extra virgem? Os cremes possuem outros componentes e com isso não temos 100% de aproveitamento do ingrediente principal. Já o óleo extra virgem, como diz no nome temos 100% do ingrediente sem adição de componentes químicos, ou seja, natural.

O óleo que usei no meu cabelo foi o óleo de coco. Você encontra em loja de produtos naturais ou no Mundo Verde. Lembre-se, o óleo TEM QUE SER extra virgem, 100% óleo de coco e mais nada. Ele é rico em vitamina A e E que é antioxidante, inibindo a formação de radicais livres, fortalecendo, ajudando na queda, diminui os sinais de envelhecimento e garante uma hidratação e nutrição profunda para os cabelos. Ele impede a perda de água dos fios e dá brilho e maciez. E dá pra você usar na comida também...rs

Aqui estão os produtinhos que usei na minha nutrição.

- Paul Mitchell Smoothing Super Skinny Daily Shampoo - Beleza na Web
- Óleo de Coco COPRA Extra Virgem - Mundo Verde
- Aussie 3 Minute Miracle Strong - Muuuuitos lugares na internet vende ou em salões de beleza.

Com os cabelos secos (o meu estava sujo), você pega o óleo de coco, uma quantidade que dê para o seu cabelo. O meu é médio e uma colher de sopa deu e sobrou um pouco, pois rende muito; coloque em um potinho de plástico em banho maria para derreter. Apesar de ser óleo de coco, ele vem branco e pastoso, e quando você aquece ele derrete e fica transparente. Que fique bem claro, o ideal é fazer banho maria, não vá esquentar muito ou ferver o óleo pra passar no cabelo...acho que a ideia não é fritar...rsrsrs
Passe mecha a mecha, enluvando o óleo no cabelo, pode esfregar na raíz, não fique com medo...rs 
Ele ficará assim, com aspecto de molhado:

Deixei por 2 hrs que é um tempo bom pro óleo agir, penetrando no cabelo. Se ele estiver bem ressecado, deixei mais, ou durma com ele e lave no dia seguinte.
Ao lavar, use shampoo neutro, transparent. Eu usei do Paul Mitchell, que super gosto pois ele faz o meu cabelo secar mais rápido depois, deixa ele leve, limpa bem e não resseca. Da primeira vez que fiz umectação com óleo lavei 3x com shampoo pra retirar todo o óleo medo. Da segunda vez que fiz essa semana, lavei 2x com um neutro da Keune e achei que foi o suficiente. Vocês entendem porque não usar shampoo hidratante nesse processo? Passar um shampoo assim em cima do óleo dificilmente vai limpar. Após lavar você vai sentir seu cabelo molinhooooooo, gostoso, macio, enfim. Passe o condicionador e pronto. Usei o Aussie Strong, que gostei até (mas prefiro o Moist).

Pensei assim que fiz: Será que se eu secar o cabelo com secador ele vai fritar?? rsrrss Ok. Não vai fritar....Por via das dúvidas, deixei o ar na temperatura média e usei um leave in para cabelos coloridos da K.Pro Caviar que tem proteção térmica.

Resultado: O cabelo ficou tão bom, macio, brilhoso e com controle de frizz, seguem as fotos do resultado:


Se eu recomendo? Oloko! Com certeza! O óleo de coco foi um achado na minha vida e entrou na minha lista de produtos queridos e indispensáveis. O ideal é passar uma vez por semana ou quando sentir necessidade, mas acho que mais que uma vez na semana, não tem necessidade.

Nota para o óleo de coco: 9

Gente óleo de coco extra virgem tem várias marcas, mas aqui marca não é o que interessa e sim o óleo de coco em si. O cheiro do óleo de coco é de...coco mesmo kkkkk é super suave e muito gostosinho, por isso não se preocupem. Ah e meu cabelo não ficou oleoso tá?!

E ai, vocês já usaram óleo de coco ou de semente de uva ou de amêndoas ou de linhaça ou qualquer outro?

4 comentários:

  1. Amei o post. Vou fazer a experiência.
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Oi guria...vou fazer a experiência, mas se não ficar bom...hum, já sabe o q vai lhe acontecer né? kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Oloko Rafa! Kkkkkk vem cmg que é sucesso!! Fica mto bom, to falando! ;D

    ResponderExcluir

Banner Publicidada – rodapé

Instagram

Me segue no

Instagram

© 2016 – Todos os direitos reservados

Desenvolvimento com por